João Bosquo Cartola lança “Seleta Cuiabana” de poesias em homenagem aos 300 anos da capital

Tendo Cuiabá como Musa, o poeta e jornalista dá um raro e valioso presente poético aos leitores, filhos ou não dessa cidade inspiradora

Por Antonio P. Pacheco | O poeta e jornalista João Bosquo está de volta à cena literária mato-grossense, desta vez, com o lançamento do livro, “Seleta Cuiabana – 50 Poemas que falam de Cuiabá”. O evento acontecerá no dia 10 de dezembro, as 19 horas. O livro, que sai pela Carlini&Caniato Editorial, é o resultado de uma autoprovocação e uma homenagem aos 300 anos da capital mato-grossense.

Com este livro, João Bosquo reúne poemas que traçam um panorama da sua produção poética nas últimas três décadas e meia. Um mergulho emocionante e prazeroso nas visões, impressões e emoções que marcaram o autor, despertadas pelos ambientes díspares e experiências proporcionadas pelo viver na tricentenária Cuiabá.

A obra reúne poemas que trazem em comum referências distintivas de Cuiabá, sua gente, seu clima, sua geografia, sua cultura e suas peculiaridades, suas venturas e desventuras, transformações e resistências.

Este é o sexto livro de João Bosquo, sendo o terceiro lançado pelo sistema de “vaquinha” promovido via redes sociais. A venda antecipada de exemplares e patrocínio garante ao leitor e admirador da poesia de Bosquo, além do livro em lançamento, exemplares de obras anteriores do poeta como “prêmio” extra.

Entre as obras já publicadas, João Bosquo tem os seguintes títulos: “Imitações de Soneto – ou De Falar Pantanal” (2016), uma reunião de 105 poemas, todos com 14 versos; “Sonho de Menino é Piraputanga no Anzol” (2006), ambos foram publicados pelo sistema de venda antecipadas.

O primeiro livro de Bosquo foi o “Abaixo-Assinado”, uma parceria com Luiz Edson Fachin, uma edição bancada pelos próprios autores e publicada em 1977, em Curitiba. Pelas Edições Namarra, João Bosquo publicou “Sinais Antigos” (1984) e “Outros Poemas” (1985).

Ao longo de sua profícua carreira de poeta, João Bosquo participou ainda do Programa Poetas Vivos da Casa da Cultura de Cuiabá. Integrou as seguintes antologias: “Abertura”, – Edição da UPES – Curitiba – 1976; “A Nova Poesia de Mato Grosso” – Edição do jornal “Fim de Semana” e UFMT – Cuiabá – 1986; “Panorama da Atual Poesia Cuiabana”– Edição do Departamento de Letras da UFMT (CLCH) – Cuiabá – 1986, e “Primeira Antologia dos Poetas Livres nas Praças Cuiabanas”, – Edição patrocinada pelo Fundo Estadual de Fomento à Cultura de Mato Grosso – 2005.

Como jornalista João Bosquo trabalhou nos jornais impressos “O Estado de Mato Grosso”, “A Gazeta” e “Diário de Cuiabá”; editou o semanário de “A Notícia”, de Cáceres, e é ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso.

Sobre a Carlini & Caniato

A Carlini & Caniato Editorial atua no mercado mato-grossense desde 1998, produzindo livros nas áreas de Literatura, Direito, Economia, Sociologia, Antropologia, História, Fotografia, Artes, Turismo e Biologia. Os livros são criteriosamente elaborados, sempre primando pela qualidade editorial de conteúdo e de acabamento. Em 2003, a Editora lançou o selo infanto-juvenil “TantaTinta”, que atua nos gêneros de Literatura, Didáticos, Paradidáticos e Quadrinhos.

Os editores, Ramon Carlini e Elaine Caniato, conduzem uma equipe de profissionais qualificados em produção editorial. Os livros da Carlini & Caniato vêm sendo muito bem aceitos pelo mercado editorial, por professores, críticos literários, acadêmicos e público leitor em geral.

SERVIÇO
LITERATURA – POESIA – LANÇAMENTO
LOCAL: LIVRARIA JANINA (Shopping Pantanal)
DIA: 10 DE DEZEMBRO
HORA: 19:00